Vânia Aieta debate violência política de gênero em congresso no México


Bruno Ribeiro
13/05/2022

Evento jurídico reúne representantes da Europa, América Latina e Caribe

A advogada e professora Vânia Aieta, que integra o PDT do Rio de Janeiro, palestrou sobre a “Violência política de gênero no Brasil” durante o 3° Congreso Internacional de “Derecho Humano y Electoral” (Direito Humano e Eleitoral). Realizado na última quarta-feira (13), no México, o evento reuniu representantes da Europa, América Latina e Caribe.

Com a apresentação, que integrou o painel  La Participación de las Mujeres em la Política en  Pleno Siglo XXI” (A participação das mulheres na política em pleno século XXI), a pedetista debateu o panorama nacional acompanhada das desembargadoras dos estados mexicanos de Guerrero e Morelos, Alma Delia Eugenio e Ixel Mendoza, respectivamente.

“Historicamente, a mulher é vítima de relações misóginas instituídas estruturalmente tanto pelas intituições públicas, como também pelos próprios partidos”, relatou a pedetista, que foi agraciada com uma comenda da Justiça Eleitoral mexicana.

Ao longo do encontro, Aieta também apresentar uma nova tese que atinge mulheres que foram candidatas a prefeitas e vereadoras nas últimas eleições do Brasil, em 2020.

“Pela primeira vez, foi argumentado, em um juízo eleitoral no estado do Rio de Janeiro, o conceito de violência política de gênero. A tese foi sustentada face as agressões sofridas pela candidata a prefeita do PDT na capital, deputada estadual Martha Rocha”, concluiu.