“Sou primeira via”, diz Ciro em Cabo Frio ao detalhar seu projeto de país

Fluminenses valorizaram as propostas trabalhistas em evento organizado pelo prefeito José Bonifácio

“Sou primeira via. A expressão ‘terceira via’ é preguiçosa”, disse o pré-candidato a presidente da República pelo PDT, Ciro Gomes, ao detalhar, em Cabo Frio (RJ), o aprimoramento do Projeto Nacional de Desenvolvimento (PND). Liderada pelo prefeito local, José Bonifácio (PDT), o encontro mobilizou neste sábado (25) parlamentares, lideranças e militantes da Região dos Lagos.

Acompanhado do presidente nacional do partido, Carlos Lupi, Ciro foi recebido na Praça Porto Rocha, no Centro, onde plantou uma muda de árvore nativa. Na sequência, visitou a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção, que completou 300 anos, e promoveu uma palestra na Associação Atlético Cabofriense.

Durante o debate, que respeitou os protocolos de prevenção a Covid-19, o ex-governador do Ceará reforçou que o PND é aprimorado coletivamente, desde 2018, e desponta como diferencial trabalhista na disputa ao Palácio do Planalto.

“O Brasil está tentando entender as causas da prior crise, que leva o povo ao desemprego, e encontrar saídas. […] O governo explodiu as despesas com o juros e retira dinheiro da saúde, educação e infraestrutura, por exemplo. Precisamos reestruturar esse processo”, explicou.

Perante os retrocessos gerados pela conjuntura instalada nos últimos governos, incluindo Bolsonaro, Ciro reforçou que “a solução não é negar a política, mas ocupá-la”. Em consonância, ele mencionou o vínculo com a qualidade esperada pelo cidadão em uma gestão eficiente e socialmente responsável.

“Ela [política] que pode resolver tudo, como o desemprego e os preço dos remédios. Nela que podemos buscar as soluções de forma coletiva, mas sem ódio. Por isso, é importante estarmos aqui conversando”, valorizou, ao citar as articulações democráticas para “retomar o progresso econômico nacional e o respeito internacional”.

A deputada estadual Martha Rocha salientou a consistência e abrangência do plano de governo oferecido pelo pedetista.

“O presente é para quem tem um projeto de desenvolvimento para o país, principalmente para as mulheres, que representam a maior parte da população brasileira”, ressaltou.

O evento também contou as presenças do secretário nacional de Criatividade e Inovação da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini (FLB-AP), Leonardo Lupi, dos ex-deputados federal e estadual, Miro Teixeira e Janio Mendes, e do vice-presidente do partido na capital, Antônio Albuquerque.

 

(Por Bruno Ribeiro)