PDT-RJ inicia neste sábado, com Ciro Gomes, curso de formação política para pré-candidatos

O PDT-RJ começa sábado (14/9) às 14 horas, com a aula inaugural do ex-governador Ciro Gomes, o seu curso de formação política para os pré-candidatos do Partido que disputarão as eleições municipais do ano que vem. A informação é do vice-presidente regional da Fundação Leonel Brizola-Alberto Pasqualini (FLB-AP), Everton Gomes, e foi passada aos militantes na reunião do diretório estadual, nesta segunda (9/9), no auditório da FLB-AP – no Rio.

Segundo Everton, o objetivo fundamental do curso preparatório de candidatos do PDT é qualificar os quadros políticos do Partido para o exercício do mandato, fortalecendo a nominata de candidatos, evitando conflitos e capacitando-os para o gerenciamento de projetos de interesse público.

Everton também apresentou vídeo aos participantes da reunião que explicou os desdobramentos do curso que totalizará 22 aulas, sendo 12 ainda este ano: sempre nas quartas-feiras, a partir das 18 horas. As outras dez aulas, presenciais e a distância, serão ministradas ano que vem – a partir de janeiro.

A FLB-AP, acrescentou Everton, na próxima semana vai divulgar o programa completo do curso de formação política – que inclui as perspectivas partidárias, organização, instituições do Estado, políticas públicas, técnicas de organização e gestão eleitoral – e o calendário de palestras, que serão ministradas por professores universitários, especialistas de áreas diversas e lideranças políticas ligadas ao PDT.

Ao final do curso será concedida certificação para os alunos que assistirem a no mínimo 75% das aulas, presenciais e online, com obrigação de entregar um projeto de final de curso – obrigatório. O certificado terá peso na concessão da legenda do candidato.

– “Precisamos capacitar nossos candidatos na linha do Partido para que não aconteça, como já aconteceu: de ter eleito que disse em reunião partidária que se soubesse que o PDT era contra a redução da maioridade penal, teria se filiado a outro partido”, explicou Everton.

O secretário-geral do PDT-RJ, Ismael Lisboa, abriu a reunião justificando a ausência de Lupi do encontro – que cancelou seus compromissos para acompanhar de perto a evolução do estado de saúde de sua mãe, dona Carmelita, de 86 anos, hospitalizada há uma semana.

Ismael confirmou também que o ex-governador Ciro Gomes estará nesta semana no Rio de Janeiro, cumprindo agendas organizadas pelas seções locais do PDT: dia 12 Ciro fará palestra para estudantes em Macaé; dia 13 cumpre agenda em Maricá, onde visitará a sede do partido e participará de almoço (de adesão); e no dia 14, no Rio, às 10 horas da manhã, se reúne com moradores da comunidade do Jacarezinho; e, às 14 horas, na sede nacional da Fundação Leonel Brizola-Alberto Pasqualini, Rua do Teatro 39, na Praça Tiradentes, dará a aula inaugural do curso de formação política do PDT-RJ.

Na oportunidade, Ismael pediu a todos que se cadastrassem no PDT Digital para se manterem atualizados sobre as iniciativas do partido.

Outros oradores foram Trajano Ribeiro, que falou das raízes e das vitórias do PDT ao longo do tempo, citou a importância do legado político de Getúlio Vargas; a importância do governo de João Goulart, suas principais realizações; e as conquistas dos governos Brizola. Legado que foi defendido também pelo Zezinho, militante do movimento social, que lembrou que foi Brizola o primeiro a colocar gás nos táxis do Rio de Janeiro e também nos ônibus da CTC; e ainda pelo vereador Fernando William e a deputada Martha Rocha, pré-candidata a prefeita na eleição municipal do ano que vem.