PDT/RJ aumenta sua Bancada Federal

Em um pleito questionado pelo uso do poder econômico – que motivou o Partido Democrático Trabalhista a protocolar, no TSE, em 19 de outubro, pedido de anulação da eleição de 2018 – o PDT do Rio de Janeiro aumentou sua representação na Câmara Federal, com a reeleição do deputado Chico d’Ângelo, e a eleição de Paulo Ramos, atualmente deputado estadual.

Para a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), foram reeleitos os seguintes deputados: Luiz Martins, atual líder da bancada, Martha Rocha e Thiago Pampolha; ficando Cidinha Campos na primeira suplência.

Chico d’Ângelo: natural de Campos dos Goytacazes, médico, foi eleito Deputado Federal, em 2006. Na duas eleições seguinte, na suplência, assumiu a vaga, na Câmara Federal, por substituição.

É autor do projeto de lei, em tramitação, que concede isenção IPI e IOF incidentes sobre veículos destinados a transporte coletivo de estudantes, quando adquiridos por estabelecimentos de ensino, empresas e profissionais autônomos e suas cooperativas, desde que habilitados e dedicados exclusivamente ao transporte escolar.

Paulo Ramos: carioca, oficial da PM reformado, iniciou sua militância nos anos 60. Foi eleito deputado Constituinte, em 1986, e reeleito 1994. Desde 1999 é deputado estadual.

Paulo Ramos, além de combativo na defesa das bandeiras pedetistas, na Alerj, destaca-se como um dos mais ferrenhos defensores dos direitos dos servidores públicos.

Luiz Martins: carioca, economista. Ocupou diversos cargos na administração pública, no Rio de Janeiro; como vice-presidência da SERLA, Superintendência de Rios e Lagoas do Estado, teve como marca a revitalização na região serrana e na Baixada Fluminense.

Eleito deputado estadual, em 2010 e reeleito em 2014. Na primeira legislatura, foi recordista de leis aprovadas, com 37 projetos.

Martha Rocha: carioca da Penha, Escrivã de Polícia, desde 1983; sete anos depois, já graduada bacharel em direito pela UFRJ, se tornou delegada. Passou por várias unidades e participou decisivamente do projeto de criação das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher, no governo Leonel Brizola.

Martha Rocha foi a primeira mulher a chefiar a Polícia Militar do Rio de Janeiro; pioneirismo que se repetiu, na Alerj, para onde foi eleita em 2014: primeira deputada a presidir a Comissão de Segurança Pública e Assuntos de Polícia.

Thiago Pampolha: carioca, empresário – o mais jovem dos deputados pedetistas –, foi eleito em 2010 e reeleito em 2014. Em seus dois mandatos na Alerj, sempre priorizou a educação profissionalizante, o transporte público ferroviário, a urbanização de comunidades e a defesa dos animais.

Em 2017, Thiago Pampolha assumiu a Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, onde permaneceu até março deste ano, quando se desincompatibilizou para se tornar apto a concorrer à reeleição na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.