PDT de Itatiaia escolhe Bisol para disputar eleição suplementar

O advogado Adalberto Bisol, gaúcho de Bento Gonçalves e brizolista da primeira hora filiado ao PDT desde a sua fundação no Rio de Janeiro, será candidato a prefeito de Itatiaia, município do Sul Fluminense,  nas eleições suplementares marcadas para o próximo dia 12 de setembro. Bisol teve seu nome homologado neste domingo (1/8) em convenção presencial e virtual que contou com a presença de parlamentares e dirigentes regionais e nacionais do PDT.

O TRE-RJ marcou eleições suplementares para Itatiaia depois que o prefeito eleito em 2020, Eduardo Guedes (PSC), o Dudu, teve a sua candidatura indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e nem chegou a assumir o mandato.  Dudu foi eleito em 2016 e reeleito em 2020, mas assumiu interinamente o cargo em 6 de julho de 2016, a dias antes de sua primeira vitória nas urnas, o que no entendimento do TSE configurou a eleição de 2020 como um 3°  mandato consecutivo – o que a legislação proíbe.

Imberê Moreira Alves (PRTB) substituiu Dudu, mas acabou sendo afastado do cargo por improbidade administrativa pelo Ministério Público do RJ por conta das investigações da Operação ‘Apanthropía’, que descobriu fraudes na administração municipal.

Desde dia 10 de junho o presidente da Câmara de Vereadores, Silvano Rodrigues da Silva (PSC), vem conduzindo a prefeitura depois que o também interino, Imberê Moreira Alves (PRTB), foi afastado do cargo por improbidade. Segundo o MPRJ,  “investigações demonstraram que o prefeito interino (Imberê) aparelhou diversas secretarias do município, aumentando ainda mais o alcance da organização criminosa em questão, antes restrita à Secretaria de Saúde, para outras secretarias municipais”.

O PSOL e o PT de Itatiaia também realizaram convenções no último domingo para escolher candidatos ao pleito marcado para 12 de setembro próximo.

Durante a pré-campanha, Bisol lançou o Plano de Governo Participativo, para ouvir cidadãos sobre demandas e realidade da cidade. Aos  69 anos, Bisol mora em Itaiaia desde a década de 80 quando sua família construiu às margens da Via Dutra a primeira churrascaria da região e esta será sua 3ª.  candidatura à prefeitura. Ele vem dialogando com outros partidos e tem por tema principal de campanha “transparência acima de tudo”.

O pleito de Itaiaia foi remarcado para 12 de setembro depois que a data inicialmente programada, 11 de abril, foi adiada por conta do aumento de casos de  Covid-19.

O TRE-RJ marcou eleições suplementares também em outros dois municípios fluminenses para o dia 12 de setembro próximo: Santa Maria Madalena e Silva Jardim.

(OM, midia e redes sociais)