PDT analisa construção de fórum nacional de vereadores

William Rodrigues e Binho Guimarães representaram a sigla em reunião com partidos e a Fundação Friedrich Ebert

*Por Bruno Ribeiro

O PDT analisa a construção coletiva de um fórum nacional de vereadores progressistas no primeiro trimestre de 2022. Na última sexta-feira (8), a proposta foi apresentada pela Fundação Friedrich Ebert (FES) em reunião virtual que também contou com representantes do PSB, Rede, PCdoB, PSOL e PT.  O presidente nacional da Juventude Socialista (JS), William Rodrigues, e o vereador pedetista de Niterói (RJ), Binho Guimarães, valorizaram e estimularam a iniciativa a partir do aprimoramento do formato e metodologia inicialmente apresentados pela instituição internacional que promove o legado do primeiro presidente democraticamente eleito na Alemanha.

Para Rodrigues, o evento pode representar uma destacada ferramenta na “disputa real da opinião da sociedade”, além de servir para “superar a falsa polêmica entre velha e nova política”.

“A política municipal e os vereadores são essenciais para disputa de corações, mentes e territórios. Cada vez mais, precisamos mostrar para a população que existe boa e má política. Mas ela é a única ferramenta possível de transformação social do nosso país”, afirmou, indicando o encaminhamento da pauta com o presidente nacional do partido, Carlos Lupi.

Líder do governo Axel Grael na cidade fluminense, Binho mostrou uma perspectiva positiva de concretização da mobilização suprapartidária, que pode replicar a ação nacional existente em prol da defesa democrática e contra o fascismo estimulado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

“É uma oportunidade de discutir, com demais jovens colegas vereadoras e vereadores, o caminho que buscamos para o Brasil. Em que pese eventuais divergências, que são salutares, entendo que há unidade na construção de uma sociedade mais justa, livre e igualitária. Diante do enfrentamento aos retrocessos vividos ao longo dos últimos anos, é uma sinalização necessária ao povo e o nosso dever no espaço que ocupamos”, analisou o parlamentar.