O pianista Arthur Moreira Lima e a história do tema oficial de abertura dos programas do PDT com Brizola

Os programas de Brizola na TV entravam no ar, depois de tocarem os primeiros acordes, em piano, do Hino Nacional brasileiro ao mesmo tempo em que a imagem de uma bandeira brasileira era fundida com uma bandeira do PDT. Esta imagem, usada na abertura de todos os programas de televisão onde aparecia, em seguida, Leonel Brizola, tornou-se marca registrada e ao som dos primeiros acordes do piano do músico Arthur Moreira Lima, amigo e seguidor de Leonel Brizola, os brasileiros corriam para a televisão – para ouvir Brizola.

No texto abaixo, Henrique Mathhiesen e Karina Crivellani, responsáveis pelo Centro de Memória do PDT, explicam com detalhes – e acrescentam links para quem quiser saber mais – a história desta interpretação do Hino Nacional, que se tornou conhecida de todos os brasileiros tocada por Arthur Moreira Lima, mas escrita pelo compositor e pianista norte-americano Louis Moreau Gottschalk.

OM

 

 

Por Henrique Matthiesen e Karina Crivellani

Em 18 de dezembro de 1869 falecera no Rio de Janeiro, o compositor e pianista norte-americano Louis Moreau Gottschalk.

Louis desembarcara no Rio de Janeiro, em maio daquele ano, vindo de uma série de turnês e concertos em países como Peru, Chile, Argentina e Uruguai. Apresentara-se nos principais teatros do Rio de Janeiro, Santos e São Paulo, com renomados pianistas e músicos brasileiros.

Em 18 de junho daquele ano ocorrera a primeira audição mundial da composição Variações sobre o Hino Nacional Brasileiro, que também recebeu o título de Grande fantasia triunfal sobre o Hino Nacional Brasileiro.

A parte inicial da música era o tema de abertura dos programas partidários do PDT para a televisão, e da campanha presidencial de Leonel Brizola, em 1989.

Coincidentemente, o autor morrera subitamente aos 40 anos de idade, no mesmo dia em que, quatro anos antes, morrera o compositor do Hino, Francisco Manoel da Silva. Em 1870, seus restos mortais foram desenterrados do cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro, e sepultados no cemitério Greenwood Cemetery, em Nova Iorque.

 

Veja o pianista Arthur Moreira Lima, brizolista, interpretando a composição completa:

 

Também é  é possível ouvir a composição completa interpretada pelo pianista brasileiro, Nelson Freire, em https://www.youtube.com/watch?v=m8kqYhEiFME

 

Para saber mais sobre a visita do pianista norte-americano segue endereço do IPB: http://institutopianobrasileiro.com.br/years/index/1869