MCDR-PDT quer intensificar ações com presença de Ciro Gomes

Organização pretende ampliar contribuição dos artistas no Projeto Nacional de Desenvolvimento

O Movimento Cultural Darcy Ribeiro (MCDR) está intensificando as ações, apesar das limitações da pandemia, para fortalecer a relação do setor com o PDT e Ciro Gomes. “A cultura representa superação e engajamento no enfrentamento democrático”, garantiu o presidente nacional da organização pedetista, Roberto Viana, que esteve reunido nesta terça-feira (15), no Rio de Janeiro, com o presidente nacional do partido, Carlos Lupi.

Diretamente impactada pela Covid-19, a área recebeu atenção da sigla brizolista para viabilizar mecanismos de suporte, como ocorreu com a aprovação da Lei Aldir Blanc no Congresso Nacional, em 2020, que permitiu a extensão do auxílio emergencial a profissionais, bem como subsídios e financiamentos para as produções.

“O trabalhismo é vanguarda nas lutas do povo brasileiro. A cultura é uma forma essencial de promover o desenvolvimento humano e estimular a emancipação do cidadão. Com voz e militância, o PDT está conquistando avanços determinantes contra o governo genocida do Bolsonaro”, afirmou Roberto Viana, fazendo referência ao apoio da Direção Nacional do partido.

“Estamos engajados para seguir contribuindo com o aprimoramento do Projeto Nacional de Desenvolvimento, pois Ciro Gomes é opção real de transformação não só social, mas também econômica”, completou, ao indicar a organização, neste ano, do segundo congresso nacional do movimento e de ampla campanha de filiação.

No último ano, o MCDR promoveu ainda mais de 200 debates virtuais, que mobilizaram todos os estados do país, além de incentivar a construção integrada de uma série de atividades para o centenário de Darcy Ribeiro, que será comemorado no dia 26 de outubro de 2022.

(Por Bruno Ribeiro)