Morre, aos 76 anos, Carlos Alberto Caó

PDT Nacional
05/02/2018

Foi com pesar que recebi na manhã de hoje a notícia sobre a passagem do valoroso companheiro Carlos Alberto Caó, ex-deputado federal e ferrenho defensor dos direitos dos negros no Brasil.

 

No PDT, Caó desempenhou papel de primeira importância, sendo deputado federal por dois mandatos (1983-1991) e também secretário estadual nas gestões de Brizola no Rio de Janeiro.

Na Câmara Federal, foi autor da Lei 7.716/1989, que define os crimes em razão de preconceito e discriminação de raça ou cor. Antes da Lei Caó, como ficou conhecida, os casos tipificados contra negros eram considerados apenas contravenção.

Filho de mãe costureira e pai marceneiro, Caó sentiu na pele todas as dificuldades dos negros em um país onde, até hoje, existe grande preconceito por conta da cor da pele. Mas isso não o impediu de buscar seu sonho, e em 1967, se formou Advogado pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ). Caó também se destacou como jornalista, trabalhado em diversos veículos de imprensa ao longo da sua vida.

Aos 76 anos, Caó parte e deixa o legado de uma vida em defesa da causa negra, que sempre encontrou abrigo no partido no qual se destacou ao longo da sua vida, o PDT.

 

Carlos Lupi

Presidente Nacional do PDT