Martha, na Tijuca, reitera a importância da volta dos Cieps e do ensino em horário integral

Martha Rocha, da Coligação “Unidos Pelo Rio” (PDT – PSB), candidata à prefeita do Rio, afirmou ontem no Largo da Segunda-Feira, na Tijuca, que vai investir em Educação para combater a desigualdade social. Ao lado de seu  vice, Anderson Quack, do PSB, Martha propôs o “Pacto Carioca Pela Educação”, um conjunto de projetos e ações coordenadas a partir do seu gabinete: “Educação é, para nós, um compromisso de vida e o melhor caminho para o Rio”, garantiu.

A candidata considera fundamental retomar o conceito de escola de tempo integral de Darcy Ribeiro e Brizola, os CIEPs, e para alcançar esse objetivo ela propõe oferta de ensino em tempo integral para tornar a escola espaço, além de educação, de esporte e a cultura. Martha também acha fundamental a oferta de acompanhamento médico e odontológico para as crianças.

“Ainda mais em tempo de pandemia, é fundamental que a escola também incorpore o cuidado com a saúde de nossas crianças”, explicou a candidata que ainda relatou a possibilidade de realizar parcerias com a iniciativa privada para fortalecer esse projeto.

Ela observou que o Governo do Brizola deixou um legado de 99 CIEPs na cidade, mas houve o abandono dessa política pública por parte dos últimos prefeitos, e muitas dessas escolas estão em condições precárias. Por isso, uma das prioridades da gestão Martha Rocha vai ser a realização de um mutirão de reestruturação, para que os CIEPs sejam um ambiente físico adequado para um ensino de qualidade. “Já fizemos um levantamento da situação dessas unidades e vamos realizar as reformas necessárias”, afirmou.

A candidata, que ainda caminhou nesta quarta-feira pela Central do Brasil e a Avenida Nossa Senhora de Copacabana, também disse que o acompanhamento de cada aluno por parte dos professores vai estar associado ao monitoramento de cada escola pelos gestores municipais da educação. A intenção é promover a melhoria dos níveis de aprendizado e do rendimento escolar em cada unidade.

Texto e fotos Ascom Martha/Anderson