Márcio Braga escreve, pede voto e explica aos rubro-negros porque vai votar na delegada Martha Rocha para prefeita

CARTA AOS RUBRO-NEGROS

 Por que vou votar na delegada Martha Rocha para prefeita do Rio de Janeiro?

Por Marcio Braga

Eu sou carioca, cria de Copacabana. Tão apaixonado pelo meu Rio, como sou pelo meu Flamengo.

Sou grato a esta cidade que me criou, e a quem eu aprendi a escutar.

Com 84 anos, a gente escuta para além do ruído das ruas, a gente ouve seus anseios.

O Rio vive hoje um momento de dor, de desânimo, e de desconstrução da alma carioca. Falta tudo. Falta na saúde, falta na educação, falta na segurança.

Para o Rio sair deste atoleiro não bastam promessas ou boas intenções. Nem mesmo, as já fracassadas experiências.

Então, por que eu vou votar na Martha?

Porque ela é a melhor. Não só porque ela também é uma carioca apaixonada pelo Rio, ou porque conhece profundamente a cidade. Mas por sua postura política.

Não voto apenas por causa do partido, ou pelos seus projetos de governo, que são muito importantes. Mas pela personalidade que ela tem exposto não apenas agora, mas por toda sua vida pública.

Pelo comportamento, pelo caráter que ela tem comprovado em mais de 30 anos de vida pública sem uma mácula.

Só uma pessoa com esta força, este caráter, pode dar jeito nisto aqui.

E esta promessa dela para a Educação me encanta. O projeto dos Cieps (ou Brizolões) foi a melhor política já desenvolvida aqui no Rio para a educação. E, afinal, lugar de criança é na escola.

Martha já provou sua firmeza à frente da Comissão Covid, que investigou os desvios criminosos de recursos públicos para tratara doença que matou mais de 20 mil pessoas neste Estado.

E quem melhor para dar jeito na segurança pública, do que uma delegada que conseguiu o feito de chefiar a Polícia Civil do Estado?

Ela ajudará a conter o avanço desta milícia, hoje associada ao tráfico, que avança de uma maneira sem parâmetros, às vistas dos nossos homens públicos e da sociedade.

E afinal, vivemos a onda rosa.

Eu olho para o mundo e vejo estas primeiras-ministras geniais, competentes, como Angela Merkel, na Alemanha; Jacinda Ardern, na Nova Zelândia; Mette Frederiksen, na Dinamarca, e Katrín Jakobsdóttir, na Islândia.

O Rio precisa e merece ser governado por uma mulher, forte, de caráter e corajosa.

É por isto que eu votarei na delegada Martha Rocha 12.