Lupi mobiliza bancada do PDT contra o fechamento das universidades públicas

Em todo o Brasil, entidades educacionais tiveram seus orçamentos cortados pelo governo Bolsonaro

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, anunciou que, em conjunto com a bancada do partido no Congresso Nacional, iniciou uma mobilização emergencial, nesta quarta-feira (12), para impedir o fechamento das universidades públicas pelo governo Bolsonaro. Em destaque, a possível paralisação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em julho, por falta de verbas.

“Aqui, em Brasília, lutando pelas nossas universidades federais, principalmente a do Rio de Janeiro. […] Com a bancada do PDT, lutando para manter a UFRJ funcionando com a excelência que sempre entregou ao Brasil”, disse, ao mencionar reuniões sobre o tema com os presidentes da Câmara e do Senado, Arthur Lira e Rodrigo Pacheco, respectivamente.

Em função do orçamento indicado pela gestão federal em 2021, o funcionamento de unidades, como na capital fluminense, ficará inviabilizada até para sustentar as despesas básicas, como limpeza, segurança e iluminação.

Conforme determinação do Ministério da Educação (MEC), a redução nas despesas discricionárias alcançou o patamar de 37%, se comparadas às ofertadas em 2010 e considerando a correção pela inflação.

“Um absurdo o que o governo do profeta da ignorância faz. E agora, cortando as verbas, […] ele está impedindo-as de trabalhar”, criticou.

“Podem ter certeza: nós vamos lutar, e muito, para que a Universidade do Rio de Janeiro seja mantida com os recursos necessários para continuar essa pioneira luta de educar o nosso povo e a nossa gente”, acrescentou.

fonte: PDT Nacional

Veja o vídeo com a manifestação, na íntegra, aqui.