Lupi comanda homenagem a Getúlio Vargas no Rio de Janeiro pelos 66 anos de morte do ícone trabalhista

Por Osvaldo Maneschy
24/08/2020

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, em pronunciamento pelos 66 anos da morte do presidente Getúlio Vargas hoje (24 na Cinelândia, no Centro do Rio, ao pé do busto de Getúlio,  em crítica direta a Jair Bolsonaro, afirmou que  “neste momento em que ódio impera no Brasil por conta desse profeta da ignorância chamado Jair Bolsonaro, mais do que nunca é hora de lembrar de Getúlio Vargas e sua saga, o presidente que deu a sua vida pelo Brasil”.

Lupi lembrou as conquistas históricas do Trabalhismo, o voto feminino entre elas, destacando que Vargas foi o presidente mais importante, mais brilhante, o maior do país na sua opinião, tão importante que conseguiu adiar o golpe da direita por 10 anos com o seu suicídio e a Carta Testamento, que fez questão de ler – na íntegra.

Leia a matéria completa aqui.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*