JS – PDT/RJ conquista presidência da UMES-Duque de Caxias

Por Fabio Pequeno e Leonardo Rocha

Em uma plenária, em que os discursos fortes prevaleceram na defesa da participação, radical, da juventude na tomada da política para transformar e garantir a mudança da sociedade, a estudante secundarista Giovanna Rodrigues foi eleita presidenta, no último sábado (5 de maio), no congresso da União Municipal de Estudantes Secundaristas de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.
Ao longo do dia, a jovem participou, ao lado de outros estudantes das escolas daquele município, de atividades sobre o empoderamento da juventude, reformas na educação, direitos humanos, entre outros temas.
Giovanna, que estuda no Colégio Estadual Círculo Operário, ingressou na Juventude Socialista do PDT, em meados de 2016, e acumula experiência como militante estudantil, agora vai ter a difícil missão de liderar jovens de uma das cidades mais importantes do Rio de Janeiro (terceiro colégio eleitoral do Estado), mas que ainda enfrenta uma triste realidade para a juventude.
Para a presidenta eleita, um evento como este tende a fortalecer o movimento estudantil contra as perseguições que a juventude de escola pública e desassistida sofre, pela omissão do município. “Nosso primeiro congresso coloca em pauta as dificuldades dos estudantes no seu dia a dia, como direções autoritárias e desrespeito ao passe livre; por isto, nossa agenda será de – todos os dias – construir grêmios e atos em defesa dos estudantes”, explica Giovanna.
O evento contou com a participação do vice-presidente da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini, no Rio de Janeiro, Everton Gomes, que fez uma apresentação sobre o “Protagonismo na juventude na mudança do Brasil”; de Natália Moraes e Natália Barbosa – presidente da JS Carioca e professora da rede municipal, respectivamente – que falaram sobre “Diversidade e Mulheres”; e Vitor Del Rei, que apresentou “O papel do jovem negro na sociedade”.