JS-PDT participa de atos contra governo de Bolsonaro em todo o Brasil: a luta continua!

Por Wesley Oliveira

A Juventude Socialista marcou presença nos atos em todo Brasil contra o desgoverno Bolsonaro. Em cada estado em que a JS está organizada ela esteve presente em algum ato. Os atos espalhados pelo país foram puxados pela União Nacional dos Estudantes logo após a divulgação pela Imprensa de que o suposto assassino de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro, possa ter estado em contato com o presidente horas antes do crime.

Segundo William Fernandes, presidente nacional da Juventude socialista, “a Juventude Socialista entende que as investigações devem ser feitas com máximo rigor e independência. Desta maneira, a gente sente que a Justiça será feita. Devemos justiça a Marielle, e enquanto permanecemos sem respostas claras continuam desfalecendo da memória da vereadora”.

Outros motivadores das manifestações são os graves erros econômicos cometidos nesse governo, contra a reforma da previdência, contra o descaso do governo em relação ao meio ambiente e o derramamento de óleo no Nordeste.

Para William, “a Juventude Socialista esteve, está e estará presente na luta para assegurar os direitos do povo brasileiro, principalmente dos mais pobres e mais necessitados”. O presidente nacional da JS completou afirmando que “carregamos o legado de Brizola, de Getúlio, Jango e muitos outros, e temos na liderança de Ciro Gomes um importante papel na trajetória política do Brasil hoje, e não vamos nos afastar das ruas de onde nunca saímos”.