JS-PDT do Rio “pisa no acelerador” depois de plenária virtual inovadora

“Times de trabalho” foram escalados com direção e militantes para estimular expansão orgânica

Em reunião virtual no último sábado (8), a Juventude Socialista (JS) da cidade do Rio de Janeiro definiu o novo formato organizacional para acelerar a atuação em áreas prioritárias: “times de trabalho”. Aprovado de forma coletiva entre direção e militantes, o processo foi conduzido pelo presidente local, Guilherme Sanches.

Os grupos de Formação Política, Comunicação, Expansão Territorial e Secundarista terão como meta balizadora, segundo Sanches, a propagação dos conceitos e estratégias do movimento do PDT de forma orgânica.

“Vamos pisar no acelerador para alavancar nossas ações para mobilizar o Rio, que é fundamental para os projetos pedetistas de 2022 em níveis nacional e estadual. A cidade mostra uma essência brizolista e estaremos nas ruas, bem como na internet, para propagar as bandeiras trabalhistas”, disse.

Para o presidente nacional da JS, William Rodrigues, a inovação e a mobilização estão presentes no “DNA dos jovens socialistas” e os resultados despontarão em todas as disputas eleitorais do próximo ano.

“O Rio está mostrando uma movimentação muito importante nesse momento de luta democrática contra o governo Bolsonaro. Com formação, organização e militância, vamos colocar a cidade, cada vez mais, como indutora dos ideais trabalhistas. A chama de Brizola segue viva entre os cariocas, fluminenses e brasileiros”, comentou.