Dimas (PT) e Marlos Costa (PDT) dão a partida rumo a vitória no 2º turno em São Gonçalo, 2a. cidade do RJ em habitantes

Marlos Costa, vice-prefeito do PDT

A dobradinha PT-PDT em São Gonçalo, Dimas Gadelha (PT) e Marlos Costa (PDT), respectivamente candidatos a prefeito e vice-prefeito na 2ª. maior cidade em população do Estado do Rio de Janeiro, deu a partida na campanha  pela preferência dos mais de 600 mil eleitores nesta quarta-feira (18/11) com uma carreata saindo do bairro da Vidreira às 15 horas, para percorrer Santa Catarina, Barro Vermelho e Barreto, via Dr. Marcha – na fronteira de São Gonçalo com Niterói, entre outros logradouros da cidade.

Depois de amanhã, dia 20, Dimas e Marlos já em outro evento público marcado: se reunirão com lideranças evangélicas no Clube Tamoio, na Kennedy, a partir das 9 horas da manhã.  Dimas Gadelha, de 45 anos, filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT), e Marlos Costa, funcionário de carreira do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro, segundo os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), somaram 117.346 votos (31,36%), contra os 85.399 votos (22,872%) do Capitão Nelson, do Avante, capitão PM aposentado.

Logo assim que tomou conhecimento do resultado, Dimas declarou: “Quero agradecer a cada um dos gonçalenses e a militância que entenderam a nossa mensagem de esperança e de transformação da cidade. São Gonçalo pode sim”, argumentou. Segundo ele, existe um discurso de que os gonçalenses não podem ter a mesma qualidade de vida de Niterói e Maricá, cidades vizinhas, porque “este é o discurso de quem quer atrasar a cidade para atender seus próprios interesses”

Ele e Marlos, segundo Gadelha, querem “uma São Gonçalo com uma educação melhor com moeda social, transporte público gratuito para que os jovens possam seguir uma carreira e uma segurança reconstruída através da educação, do emprego e da renda”.

Dimas já foi secretário de Saúde (2015-2018) do atual prefeito José Luiz Nanci (Cidadania), que tentou a reeleição e perdeu.  Dimas tem 45 anos, é casado e pai de dois filhos. Natural da Paraíba, chegou com 13 anos ao bairro Trindade, em São Gonçalo, para morar com a avó.

O candidato é formado em Medicina, com especializações em Saúde Pública pela Fiocruz e Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde pela Fundação Getúlio Vargas.