De volta à luta. Eva Ramos, presente!

*Por Nathalia Ramos

Jornal de 1989. Quando 500 mil pessoas era um número que representava o avanço democrático e a vida! Encontrei guardado nas coisas da nossa saudosa Eva Ramos, fundadora do PDT e ex-presidente do diretório de Niterói (RJ).

Hoje, mamãe faria 70 anos. É, ela se foi muito jovem, muito cedo. Mas sabendo que não desistia fácil de uma luta, aposto que lá de cima ela deve estar “articulando” e torcendo para que nosso povo consiga se reunir de novo em prol da democracia e do progresso social. Para que os cidadãos sejam tratados com respeito e conduzido por líderes competentes, e principalmente, humanos.

Cresci ouvindo essas histórias incríveis sobre homens e mulheres guerreiros que lutaram com muita garra contra um monstro terrível chamado ditadura militar. Eram contadas e revividas intensamente pela minha família e os amigos deles. Ouvia tudo com muita surpresa, achava aqueles personagens mágicos, verdadeiros heróis, super-homens.

O passado me dava orgulho, mas o presente? E as nossas próprias histórias? O que teremos para contar aos nossos filhos? Do início da pandemia até agora, tive certeza de que o brasileiro tinha abandonado sua autoestima. Perdi as esperanças de ver minha geração guiar seu destino. Manifestação e indignação não faziam parte do nosso vocabulário. A população cochilava, preguiçosa e inerte. E eu? Como “gado”, seguia o fluxo, confesso.

Em 2020, depois de doze anos afastada da política fui coordenadora de marketing da vitoriosa eleição de José Bonifácio para prefeito, em Cabo Frio (RJ). Foi um reencontro não só com a política, mas com meu propósito. Hoje, sou estrategista de comunicação em mandatos, entre eles o do deputado federal Paulo Ramos (PDT/RJ), que não é meu parente (rs), mas é um ícone da nossa política e tem, na essência, os valores que me forjaram e que acredito: honestidade, igualdade social e progresso.

Hoje, estou desperta e me sinto honrada pela oportunidade de participar de um momento tão decisivo e auspicioso da nossa democracia.

E essa foto? Adivinha quem é essa menina de mãos dadas com dona Neuza Brizola? Que privilégio ter convivido e presenciado os bastidores dessa e tantas outras histórias. Quero muito repetir essa foto! Pegar meu filho pela mão e levar ele para rua também. Ensiná-lo a lutar pelos nossos direitos e pelo nosso país.

Essas manifestações democráticas, em todo país, me emocionam muito. Choro de alegria, orgulho e surpresa ao ver o empenho do nosso povo. Choro ao imaginar o que meus pais, avós e amigos, que já partiram, diriam sobre esse movimento. Mamãe com certeza diria: “Eu não disse? Sabia! Os brasileiros são guerreiros e não fogem à luta! Agora levanta e vamos para rua! Vamos convocar todo mundo. Vamos comprar máscaras, tintas verde e amarela, cartazes e vamos pra rua gritar: “Viva o SUS! Fora Bolsonaro!”.

Mãe, sua luta não foi em vão. Seu legado permanece em tantas conquistas e benefícios para o nosso povo. E os desgovernos não destruirão.

Missão cumprida com glórias, Eva Ramos! Hoje, comemoramos a sua vida!

* Nathalia Ramos é jornalista, especialista em marketing político e filha de Eva Ramos.