Cúpula do Clima: farsa ambiental de Bolsonaro será escancarada, diz Ciro

Na opinião de Ciro, líderes mundiais conhecerão a “mentalidade criminosa” do presidente e de seu governo

*Por Bruno Ribeiro / PDT-RJ

Na Cúpula do Clima, “o mundo vai ver, de forma escancarada, o covarde e mentiroso que é Bolsonaro!”, garantiu o pré-candidato a presidente da República pelo PDT, Ciro Gomes. A crítica remete à posição que o governo federal levará ao encontro de líderes mundiais convocado pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e programado para começar virtualmente nessa quinta-feira (22).

“Na questão ambiental, Bolsonaro e seu governo expõem não apenas mentalidade criminosa, mas também ignorância e muita burrice. É um absurdo que não entendam que nossa floresta tem muito mais valor em pé do que derrubada”, disse.

“Bolsonaro mente porque esconde que o desmatamento da Amazônia vem batendo recordes sucessivos em seu governo, como inclusive ocorreu agora em março. Mente porque se diz comprometido com a preservação futura da floresta”, complementa.

No vídeo publicado em suas redes socais na terça-feira (20), Ciro cita a carta enviada pelo governo brasileiro, ao presidente americano, onde tenta demonstrar comprometimento para acabar com o desmatamento ilegal até 2030 e pede recursos estrangeiros. Para ele, é o ensaio de uma “farsa”.

“Ela é um amontoado de mentiras sobre as ações passadas e intenções futuras. E ainda faz chantagem barata sem esconder sua cara de capacho, de servil”, explicita, diante do perfil do presidente: “Esse canalha que a gente conhece bem: que corre, quando acuado, e mente, quando pressionado. E que depois faz tudo igualzinho pelas costas.”

Ao longo da manifestação, Ciro chama a atenção para as contradições que ratificam a insustentável relação entre o discurso e a prática durante toda a gestão, iniciada em janeiro de 2019.

“Na mesma semana que mandou a carta, demitiu o delegado Saraiva, da Polícia Federal, que fez uma notícia-crime contra Ricardo Salles, o ministro [do Meio Ambiente] amigo das motosserras, das queimadas, do garimpo ilegal, dos grileiros e das máfias que lucram com a destruição da floresta e a dizimação das nossas comunidades indígenas”, afirma.

Importância

Com a representatividade da biodiversidade brasileira para o futuro equilibrado do planeta, a União tem o dever, segundo Ciro, de promover ações sistemáticas que efetivamente protejam o ecossistema em todo o território, principalmente na região amazônica.

“A floresta amazônica pode gerar uma nova farmácia, uma química revolucionária, uma biotecnologia incapaz de ser superada por qualquer outro país do mundo”, exaltou.

“Só poderemos explorá-la, corretamente e com segurança, se tivermos tecnologia moderna, ação diplomática correta e sistema de defesa eficiente. Ou seja, se tivermos um bom governo, uma boa política e um estadista na presidência. Jamais um palhaço boçal, ignorante, mentiroso, estúpido e servil”, concluiu.

 

Assista a fala de Ciro na íntegra em : https://twitter.com/i/status/1384475709532512256