Ciro vincula “tragédia econômica” do país aos governos Dilma e Bolsonaro

Com crise contínua, Brasil despencou seis posições no ranking das maiores economias do mundo

A crise da economia brasileira, nos últimos dez anos, foi uma realidade progressiva nas gestões de Dilma Rousseff e Jair Bolsonaro. A avaliação de “tragédia econômica” é do pré-candidato a presidente da República, Ciro Gomes, e foi manifestada, nesta terça-feira (4), no novo vídeo da série elaborada pelo PDT.

Divulgado nas redes sociais, o mais recente episódio da campanha de comunicação do partido contextualiza o cenário a partir da regressão da produção nacional. Pelo Produto Interno Bruto (PIB), o tombo, em 2020, foi de 4,1%, segundo divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Diante do número que representa o maior recuo anual da série iniciada em 1996, o ex-ministro da Fazenda fez uma análise comparativa pelo ranking entre países.

“O Brasil era a sexta maior economia do mundo. Com Dilma, virou a nona. Com Bolsonaro, a décima segunda. Precisa dizer mais?”, questionou.

“Vamos mudar isso?”, completou a liderança pedetista, que defende, como alternativa para superar a desindustrialização e a estagnação dos setores produtivos, a alteração do modelo econômico pelas premissas do Projeto Nacional de Desenvolvimento (PND).

Veja o filme aqui.

(Por Bruno Ribeiro)