Ciro mostra religião e política interligadas pela superação e solidariedade

Presidenciável do PDT pontuou que a Constituição não gera conflitos com os preceitos da Bíblia

*Por Bruno Ribeiro / PDT-RJ

O pré-candidato a presidente da República pelo PDT, Ciro Gomes, colocou religião e política como elos interligados no processo de reconstrução do Brasil. O indicativo é baseado em dois pilares históricos: superação e solidariedade, conforme defendido em vídeo divulgado nas suas redes sociais, nesta segunda-feira (21).

“A boa política, além de ser semeadora de sonhos, é a alavanca do destino coletivo e das liberdades individuais. E esse sonho se desfaz se o mundo não oferece condições materiais e espirituais para ele florescer e frutificar”, afirmou.

O princípio republicano, a partir do Estado laico, “não deve levar à negação de uma realidade histórica, com consequências sempre atuais”, pois, segundo ele, o país “se formou no berço do cristianismo”. Portanto, a Constituição não gera conflitos com os preceitos da Bíblia.

Diante da realidade intrínseca, Ciro demonstra que aspectos cristãos traduzem caminhos para a transformação da nação e, consequentemente, a superação da complexa crise instalada.

“O primeiro é a ideia da superação. Cada um de nós, criado à imagem e semelhança de Deus, carrega dentro de si a centelha de uma vida maior. Mas para vivenciá-la, na plenitude, é preciso um trabalho digno e condições objetivas que façam esse trabalho render”, detalha.

“Para isso, temos que começar a reconstruir o Brasil passo por passo, detalhe por detalhe, porque significará, também, reconstruir a vida de todos os brasileiros. Um trabalho que precisa ser feito com moderação e realismo, mas também com coragem e visão”, complementa.

Ao falar do segundo, a solidariedade, o pedetista reafirma a relevância de fomentar a integração social para alcançar o progresso coletivo de todas as camadas, principalmente as populares.

“Só conseguiremos ficar maiores se ficarmos juntos. O Brasil é vitalidade, é pujança. O que o coração brasileiro quer é ver essa pujança, essa força, esse vigor casados com amor, ternura e outros valores espirituais”, concluiu.