Ciro: “Volta ao passado jamais será o caminho para o futuro”

Reflexão “com olhar crítico” baseia posicionamento do presidenciável do PDT em novo vídeo

*Por Bruno Ribeiro / PDT-RJ

A reflexão em torno do passado, presente e futuro do Brasil sustentou o discurso do pré-candidato a presidente da República pelo PDT, Ciro Gomes, em novo vídeo lançado nesta segunda-feira (28), nas redes sociais. Nesta perspectiva, Lula e Bolsonaro também devem ser avaliados de forma racional, sem a influência de sentimentos, como nas eleições de 2018.

“Não devemos sentir ódio ou vingança contra qualquer um dos dois. Apenas examiná-los com um olhar bem crítico. Não podemos fazer uma troca raivosa de um pelo outro. Um ódio novo não substitui um ódio velho”, defendeu.

“Nós queremos a força da transformação pelo amor e pelo saber. Nós queremos a vida, o conhecimento, a justiça e a igualdade. Queremos o futuro e a inovação”, completou.

A posição comparativa aprofundou a análise sobre a disputa programada para outubro de 2022. Ao se apresentar como um postulante com Projeto Nacional de Desenvolvimento (PND), Ciro evidencia os diferenciais perante os possíveis concorrentes.

“A volta ao passado jamais será o caminho para o futuro. Esse é o problema de apoiar Lula. E que a paralisia, no presente, seria a gente ficar soterrado na dor, na morte e no desespero. Essa é a tragédia de ficar com Bolsonaro”, afirmou.

“Há os que traem o povo por total e absoluta intenção. É o caso de Bolsonaro. E há os que traem por equívocos ou por interesses que se disfarçaram, se corromperam e se acumularam. É o caso de Lula”, concluiu.