Ciro e Pedro Fernandes apostam na educação para transformar o Rio de Janeiro

O centro do Rio de Janeiro foi tomado pelo 12 nesta quarta-feira (12). O candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, e o candidato ao Governo do estado Pedro Fernandes caminharam pelas ruas do Saara, importante pólo comercial localizado no centro da cidade, e conversaram com eleitores sobre como o investimento em educação poderá ajudar a transformar o estado.

Acompanhado pelo presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e da militância da coligação “Renovar para Mudar”, Ciro falou da importância de visitar o Rio de Janeiro durante a campanha.

“Quero ser reconhecido pelo povo fluminense como aquele candidato, entre todos nessa eleição, que tem mais compromisso com esse estado e que vai transformar esse compromisso no resgate e na virada que o Rio precisa a bem do Brasil”.

De acordo com o presidenciável, hoje, o estado do Rio é o que tem maior número de desempregados, em consequência de uma devastadora crise econômica.

“Nós estamos defendendo um projeto nacional de desenvolvimento, que tem o compromisso de devolver ao Brasil a sua condição de desenvolvimento. E, para isso, precisamos de quatro motores que, hoje, estão quebrados: interromper a desindustrialização, dando prioridade ao petróleo; restaurar a condução de financiamento do governo, pois o empresariado do Rio está falindo e a indústria, agonizando e é preciso interromper isso; por fim, aumentar o poder de consumo das famílias. Esse é o mais importante motor de geração de emprego e de desenvolvimento”, explicou Ciro, que participou, durante a manhã, da sabatina promovida pelo jornal O Globo, em parceria com a Revista Época e Jornal Valor Econômico.

Quero dizer da minha alegria em caminhar com o Ciro Gomes, presidente que vai ajudar o Rio de Janeiro, junto com o nosso governo, a voltar a priorizar a Educação. Depois de Brizola, nenhum governante, infelizmente, priorizou a Educação e, por isso, a gente arca com as consequências dessa violência indiscriminada, da falta de oportunidade e de emprego”, destacou.

Pedro Fernandes lembrou que, hoje, 65% dos presos não concluíram o Ensino Fundamental e 83% dos menores infratores que datam entrada no Departamento Geral de Ações Sócio Educativas (Degase), esse ano, abandonaram a escola. Para ele essa é a prova que, se houver uma política eficaz de Educação, que consiga reter o jovem, com atividade física, esportiva e cultural, além de atendimento odontológico e psicológico e reforço escolar.

“É com a Educação vamos virar o jogo e faremos com que o Rio seja um estado seguro, com geração de emprego e dignidade para todos os cidadãos”, completou.

Diversas lideranças políticas participaram da caminhada pela Saara, centro do Rio de Janeiro: Rodrigo Neves, prefeito de Niterói; Dr. Julianelli, candidato a vice-governador; deputados federais e estaduais, como Alessandro Molon, Chico D’Angelo, Martha Rocha e Thiago Pampolha, além de José Bonifácio, candidato ao Senado.