‘Chicão’ doa acervo trabalhista para a Fundação Brizola-Pasqualini/Rio

Revistas, Livros e publicações diversas são encaminhadas para digitalização e disponibilização futura para consultas

*Por Bruno Ribeiro

A Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini no Rio de Janeiro (FLB-AP/RJ) recebeu, nesta segunda-feira (27), um diversificado acervo sobre o PDT e lideranças do Trabalhismo, incluindo os ex-presidentes da República Getúlio Vargas e João Goulart e o ex-governador Leonel Brizola. A doação foi feita pelo membro do diretório fluminense, Francisco Mendes, o “Chicão”, na sede da organização de cooperação do partido, no Centro da capital.

Segundo o secretário nacional de Criatividade e Inovação e diretor estadual de projetos da FLB-AP, Leonardo Lupi, o material, que será digitalizado, detalha marcos da história política nacional ao longo de mais de 70 anos. Em destaque, folhetos e fotos de campanhas eleitorais e de formação política, além de reportagens das revistas Manchete, Fatos & Fotos e O Cruzeiro.

“São raridades que serão preservadas e servirão de semente para a formação das futuras gerações de pedetistas. Uma raridade é a cópia de uma carta do ex-deputado federal Benedito Cerqueira, escrita em Lisboa antes da redemocratização, sobre o antigo PTB”, disse, ao lado Pedro Porto e Vitor Almeida, diretores de Relações Institucionais e de Acervo e Memória da Fundação.

Na foto, da esquerda para a direita – Chicão, Léo Lupi, Matheus Novais e Pedro Porto