CCJ aprova criação da Comenda Cultural Abdias do Nascimento

Pelo projeto do PDT, a nova condecoração será outorgada anualmente a três personalidades

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou agora no início do mês a criação da Comenda Cultural Abdias do Nascimento, prevista no Projeto de Resolução 321/18, do deputado André Figueiredo (PDT-CE). O relator, deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), apresentou parecer favorável à proposta, que ainda depende de análise pelo Plenário.

De acordo com o texto, a comenda será outorgada anualmente a três personalidades pela Comissão de Cultura da Câmara. A escolha dos agraciados será feita pela maioria dos deputados integrantes da comissão.

A indicação de candidato, acompanhada do respectivo currículo e justificativa, será encaminhada por membro da Comissão de Cultura ou por liderança partidária. A entrega será realizada em reunião da comissão. É proibido o patrocínio, direto ou indireto, de pessoas jurídicas a qualquer candidato.

Representativo

Considerado um dos grandes nomes do movimento negro no País, o pedetista Abdias Nascimento (1914-2011) foi ativista, intelectual, escritor, poeta, professor universitário, jornalista, dramaturgo, ator de teatro, artista plástico, deputado federal e senador.

Entre suas realizações no âmbito da cultura, fundou entidades pioneiras ligadas à cultura negra como o Teatro Experimental do Negro, o Museu da Arte Negra e o Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros.