Notícias

Ciro culpa Bolsonaro/Guedes pela alta de 103% no preço dos combustíveis em 2021

Em 2021, o preço médio dos combustíveis subiu 103% no Brasil e no mesmo período a Petrobras bateu recorde de lucro líquido – R$ 75 bilhões – segundo denuncia do presidenciável Ciro Gomes, do PDT, em novo episódio da série de vídeos sobre o desmonte da estatal lançado nesta segunda-feira (22) através das redes sociais. Este é o quarto vídeo da série. Segundo Ciro, o desmanche da maior empresa do país, está diretamente vinculado à política da Petrobrás de dolarizar o preços dos combustíveis no mercado interno, política iniciada na gestão de Pedro Parente à frente da Petrobrás, no governo de Michel Temer; mantida e acelerada por Paulo Guedes, agora no governo Bolsonaro. Por conta dos chamados “desenvestimentos”, venda do patrimônio da empresa, já foram privatizadas várias subsidiárias da Petrobrás como a BR Distribuidora, a maior rede de postos de gasolina do país; gasodutos estratégicos ligando o Sudeste, refinarias que são estratégicas para o Brasil, jazidas de petróleo do pré-sal – a maior descoberta da indústria petrolífera mundial dos últimos 50 anos; a fábrica de fertilizantes da empresa, todo o setor de biocombustíveis, etc.

Notícias

“Apesar da grave crise, o Rio de Janeiro tem conserto”, garante ex-prefeito Rodrigo Neves

“Apesar da grave crise, o Rio tem conserto”, garantiu o pré-candidato a governador fluminense pelo PDT, Rodrigo Neves, ao promover em Nilópolis (RJ), nesta quarta-feira (17), um ampliado encontro com lideranças da Baixada Fluminense.  Ao contar com o apoio do prefeito pedetista de Cabo Frio (RJ), José Bonifácio, e dos presidente e vice-presidente municipais do partido, Rodrigo Neca e Manuel Rosa, respectivamente, Neves reforçou a importância do projeto “O estado do Rio de Janeiro que queremos”, que está sendo aprimorado coletivamente e coloca a populosa região como uma das prioridades do plano de governo trabalhista. “É fundamental um governo do estado que funcione e que priorize o desenvolvimento da Baixada Fluminense, com o resgate do projeto de educação em tempo integral, da universalização do saneamento, da atração de investimentos, empresas e indústrias para geração de emprego e renda, do transporte sob trilhos e do cuidado com a saúde e segurança pública”, relatou.

Notícias

Projeto de Martha Rocha define anulação de multas fraudadas

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou em segunda discussão, nesta terça-feira (16/11), o projeto de lei 2.494/17, de autoria da líder do PDT, deputada Martha Rocha, que regulamenta a anulação de multas de trânsito quando o lacre das placas dos carros for rompido por agentes públicos para fraudar a infração. A medida segue para sanção ou veto do Executivo. Caso seja reconhecida a ilegalidade, o proprietário também terá o cancelamento da retirada dos pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o estorno das taxas de reboque e de diárias. Para isso, deverá ser feito um boletim de ocorrência na polícia e, posteriormente, apresentado ao Detran-RJ, que analisará o pedido. “Chegaram até o nosso mandato notícias de que, em determinados casos, o lacre é rompido pelo próprio agente público. Para que essa multa seja anulada, o autor do pedido tem que procurar uma delegacia de polícia, fazer um registro de ocorrência e, em seguida, requerer junto ao Detran a anulação. Há um caminho bem sólido para comprovar que houve uma pratica de ato ilegal”, comentou Martha Rocha.

Notícias

Japeri não registra há um mês internações e óbitos por Covid-19

O sonho de tudo voltar ao normal e ter uma cidade livre da Covid-19 pode se tornar realidade mais rapidamente com a ajuda da população de Japeri (RJ), administrada pela prefeita Drª Fernanda Ontiveros (PDT). O município da Baixada Fluminense, que atualmente vacina pessoas com 12 anos ou mais, está há quase um mês sem registrar novas internações e óbitos decorrentes do novo coronavírus. Desde o início da imunização na cidade, mais de 100 mil doses já foram aplicadas. “É um momento de muita felicidade e emoção! Eu, como médica e gestora, fico honrada em ver que nossa cidade está avançando e em breve teremos tudo de volta ao normal. Estamos dando um passo de cada vez e contamos com a ajuda de todos os japerienses para vencer essa batalha”, declarou Ontiveros. A ala exclusiva para diagnóstico e tratamento da Covid-19, localizada no anexo da Policlínica Itália Franco, foi inaugurada em fevereiro e já realizou mais de 190 internações. Atualmente, não há pacientes no local. 

Notícias

Ecotrabalhismo e JS-PDT lançam cartilha “Educação Ambiental”

Os movimentos Ecotrabalhismo e Juventude Socialista (JS) do PDT do Rio de Janeiro lançaram, nesta quinta-feira (12), a cartilha “Educação Ambiental Trabalhista”, que aborda princípios, rotinas e análises a partir das realidades existentes nos municípios fluminenses. Em destaque, o documento aponta os “impactos ambientais gerados pelo homem”, valoriza a educação ambiental e também lista 12 ações que “podem mudar o mundo”, como o estímulo à reciclagem; compostagem; consumo consciente; doação; economia de energia, água e papel, além da escolha de produtos oriundos de empresas ecologicamente responsáveis. Ao mencionar o protagonismo do fundador e presidente de honra do PDT, Leonel Brizola, que reforçou o meio ambiente como pauta prioritária para o trabalhismo, o presidente nacional do partido, Carlos Lupi, abordou o compromisso com o progresso ecológico nacional, que sofre ataques diretos do bolsonarismo. “Em tempos de governo Bolsonaro, nosso movimento, hoje comandado [nacionalmente] por Ivana Groff, tornou-se ainda mais fundamental para discutir e apresentar propostas, assessorando nossos quadros Brasil afora”, disse.

Notícias

Ciro explica porque é nociva a política de preços da Petrobrás

O pré-candidato do PDT à presidência da República, ex-governador Ciro Gomes, está lançando o primeiro de uma série de seis vídeos para explicar a população brasileira porque o preço dos combustíveis não para de subir embora o Brasil já esteja entre os países que mais produzem e exportam petróleo no mundo. Ao todo serão seis vídeos relatando a história e a luta pela criação da Petrobrás, obra de Getúlio Vargas no início da década de 50, e a atual política de fatiá-la e vende-la aos pedaços para estrangeiros; além dela praticar preços dolarizados para os derivados de petróleo, privilegiando o interesse estrangeiro em vez da soberania e o bem estar dos brasileiros – já que a parte mais pobre da população está sendo obrigada a abandonar o uso de gás de cozinha, trocando-o por lenha. Ciro já disponibilizou o primeiro dos vídeos em suas redes sociais e o fato incomodou – e muito – os atuais gestores entreguistas da Petrobrás. No primeiro vídeo da série, Ciro critica FHC, que revogou a Lei 2004/53 de Getúlio Vargas, critica também Lula e Dilma e, por fim, explica o aprofundamento do entreguismo nas gestões Temer – que dolarizou o preço dos combustíveis no mercado interno; e Bolsonaro.

Notícias

Paulo Ramos quer Guedes e Campos Neto explicando contas offshore

O deputado Paulo Ramos (PDT-RJ) enviou nesta quarta-feira (10/11) ao presidente da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados (CTASP), Afonso Motta (PDT-RS), pedido de convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Quer que expliquem por que, quando empossados, não declararam ter contas offshore em paraísos ficais, e também, os motivos pelos quais não deixaram de participar como titulares destas contas, como exige a lei de autoridades públicas. Ambos foram convidados a depor, por iniciativa da Comissão, mas ignoraram o convite, feito há mais de 30 dias. A postura permitiu que a CTASP passasse a ter agora o direito a convocá-los, ou seja, obrigá-los a comparecer. No ofício Paulo Ramos lembra que o convite “não mereceu a devida atenção do convocado, depois de passados 30 dias” e que, diante disso, seja marcada a data de 17 de novembro, às 10 horas, para que “o convocado, Ministro Paulo Guedes”, compareça à Comissão para o cumprimento do que prevê o requerimento relativo à referenciada convocação,

Notícias

JS condena “lawfare” usado por Sergio Moro e Deltan Dallagnol

O “lawfare”, termo em inglês que indica o uso estratégico do sistema judicial como arma política, serviu para o ex-juiz federal Sérgio Moro e o ex-procurador da República Deltan Dallagnol dilapidarem a democracia e a soberania do Brasil através da Operação Lava Jato. A crítica foi publicizada em manifesto assinado por lideranças da Juventude Socialista (JS), vinculada ao PDT, nesta quarta-feira (10). “Deixaram de lado a legalidade democrática para realizar uma perseguição maquiada pela obtenção de poder geopolítico e econômico. Esvaziando a credibilidade e crença do povo nas instituições, o que alimentou em muito a antipolítica que hoje ameaça a tão jovem República”, aponta o texto. Segundo os pedetistas, “por trás dos argumentos de combate à corrupção escondem-se práticas ilegais de autoritarismo judicial e interesses” que resumem “o processo de desmonte que se convencionou chamar o conjunto de investigações liderado por membros do Ministério Público Federal (MPF). Em destaque, segundo eles, como elemento central: a imagem e representatividade da Petrobras. “A Operação Lava Jato promoveu a espoliação de importantes setores da economia nacional, tais como a indústria petrolífera, construção civil e pesada, a metalmecânica, a indústria naval, além do programa nuclear brasileiro”, pontuou.

Notícias

Combustíveis atrelados ao dólar disparam inflação, maior desde 2002

A inflação oficial do Brasil, medida pelo IPCA divulgado pelo IBGE nesta quarta-feira (10), voltou a disparar em outubro e já acumula alta de 8,24% em 2021 e de 10,67% nos últimos 12 meses. O índice registrado em outubro (1,25%) foi a maior alta para o mês nos últimos 19 anos. O resultado foi puxado principalmente pelo preço dos combustíveis, injustificadamente atrelado ao dólar – a gasolina, por exemplo, teve a sexta alta seguida e acumula aumento de 38,29% no ano e de 42,72% em 12 meses. Todos os nove grupos pesquisados pelo IBGE registraram aumento, mas é do grupo Transportes – no qual estão os combustíveis – que vem o maior impacto individual no índice de inflação. O gerente do IPCA, Pedro Kislanov, destacou que, tanto o preço da gasolina como o da energia elétrica tem impacto indireto no custo de outros grupos. “Os preços de muitos componentes, como vestuário e artigos de residência, têm sido influenciados pela alta dos combustíveis, alta da energia elétrica, pela depreciação cambial. Então, a gasolina e a energia elétrica, além de ter um efeito no IPCA diretamente, têm um efeito indireto sobre outros, principalmente sobre bens industriais. De fato houve um espalhamento maior este mês, principalmente por conta dos não alimentícios”, explicou. Os brasileiros pobres são os que mais perdem.

Notícias

Lupi elogia coesão da bancada do PDT e prevê cerco à PEC dos Precatórios

Ao prever o cerco político e jurídico contra a PEC dos Precatórios (Proposta de Emenda à Constituição 23/2021) no Senado Federal, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, elogiou o alinhamento da bancada de deputados federais do partido, que concedeu 19 votos contrários no segundo turno da tramitação realizada ontem (9), na Câmara. “Conseguimos manter a coesão partidária, mas a luta não acabou”, afirmou nesta quarta-feira (10), em entrevista à TV Democracia. Pela correlação de forças no Senado e a “independência” do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco, Lupi espera cenário difícil para o governo federal avançar com o dispositivo. A bancada do PDT tem três senadores: Cid Gomes (CE), Weverton Rocha (MA) e Acir Gurgacz (RO). “Bolsonaro teve várias derrotas muito fortes no Senado. Não é simples ele passar essa PEC, principalmente porque ela é completamente inconstitucional”, argumentou, indicando que também seguirá atuando no Supremo Tribunal Federal (STF) para barrar a tramitação. Diante do impacto acumulado pelas crises política, econômica e social nos últimos anos, Lupi lembrou ainda que Bolsonaro é o único presidente, entre os maiores países do mundo, que não se vacinou, nega a ciência e estimula o desmatamento para afrontar o equilíbrio ecológico.