95 anos de Brizola são comemorado no Rio de Janeiro

Os 95 anos de nascimento de Leonel Brizola foram comemorados, nesta segunda-feira (23/1), pelos pedetistas fluminenses, com missa na Igreja de São Benedito dos Homens Pretos, no Centro do Rio de Janeiro, mandada celebrar pelo Diretório Estadual do PDT-RJ.

A missa foi celebrada pelo padre Edmar Augusto, e teve a participação da Deputada Estadual Martha Rocha na primeira leitura de uma passagem bíblica.

Em sua homilia, o padre Edmar revelou sua preocupação com os recentes fatos violentos ocorrido no Brasil, nestes últimos tempos; especialmente no Rio de Janeiro, onde convive mais de perto, por ser Capelão do Hospital Municipal Souza Aguiar, em que presos dividem enfermarias com os demais pacientes – o que leva insegurança aos trabalhadores do hospital.

Ao concluir, disse acreditar que se Brizola estivesse vivo estaria triste com todos os fatos que têm acontecido no Rio de Janeiro: Estado que governou duas vezes, com total comprometimento em com o bem-estar da população, especialmente as crianças e os pobres.

Falando em nome dos militantes pedetistas, o Presidente Nacional do PDT, Carlos Lupi, relembrou a trajetória política de Leonel Brizola, em que o nacionalismo sempre esteve presente.

Lupi destacou a importância da presença dos militantes na comemoração do 22 de janeiro, que é uma oportunidade para se refletir sobre as responsabilidades do PDT, pois “a nossa tarefa é manter esta chama acesa para que não se perca a História; e que possamos levar adiante o legado de lutas e os exemplos que Brizola nos deixou, em defesa de uma sociedade mais justa”.

Related posts