Notícias

Rodrigo Neves, pré-candidato do PDT, cumpre agenda em Macaé e Campos

O pré-candidato ao governo do Rio, Rodrigo Neves (PDT), visitará as cidades Macaé e Campos dos Goytacazes (RJ), nesta quinta-feira (15) e sexta-feira (16).  Ele estará acompanhado secretário de Ciência e Tecnologia de Niterói, Caio Vianna, 2º colocado na disputa sucessória de Campos no passado e que deverá disputar um mandato na Câmara Federal.  Em Macaé, Neves, ex-prefeito de Niterói por dois mandatos, terá encontros com correligionários, lideranças políticas e empresários. Ele também terá um almoço com lideranças políticas locais, reuniões com o setor produtivo e empresários do município e atenderá a imprensa. Rodrigo Neves atualmente é pesquisador convidado do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, em Portugal, onde trabalha em um projeto de pesquisa sobre os impactos e reflexos da pandemia de covid-19 nas cidades. Ex-deputado estadual e três vezes vereador de Niterói, Rodrigo também atua na elaboração do plano ”O Estado do Rio de Janeiro que Queremos”, documento do PDT com propostas para a reconstrução do RJ.

Notícias

Davi Souza, secretário de Cabo Frio, distribui livro de Ciro a prefeitos

Para  fomentar uma reflexão sobre o país em que os brasileiros vivem e o que desejam para o futuro, sem descartar a percepção regional, o secretário de Governo de Cabo Frio, Davi Souza, que é vereador licenciado e ex-líder de governo do Prefeito José Bonifácio (PDT), presenteou os prefeitos das cidades da Região do Lagos com o mais recente livro escrito pelo ex-ministro, ex-governador e ex-deputado Ciro Gomes, pré-candidato do PDT à presidência da República em 2022. Os exemplares foram entregues nesta quinta-feira (15), para Lívia de Chiquinho, Prefeita de Araruama;  Alexandre Martins, Prefeito de Armação dos Búzios; Marcelo Magno, de Arraial do Cabo;  Marcelino Borba, de Rio das Ostras;  e, Fábio do Pastel, prefeito de São Pedro da Aldeia. Junto com o livro, Davi enviou carta, onde falou sobre o momento político que o Brasil vive e a importância do fortalecimento dos municípios. “Após diversos períodos nos quais a população teve sua soberania usurpada pelos regimes ditatoriais, fechar os olhos para os riscos à democracia afronta diretamente o compromisso básico de todo governante”.

Notícias

Ciro, no The Guardian: ‘Mundo não pode tolerar golpe no Brasil’

O pré-candidato do PDT à presidência da República, Ciro Gomes, em entrevista ao jornalista Tom Phillips, correspondente do jornal inglês “The Guardian” no Rio de Janeiro, publicada com grande destaque, afirmou que a comunidade internacional precisa sinalizar que não vai tolerar “a morte prematura da democracia brasileira” através de um golpe da extrema direita. Ciro instou governos estrangeiros a enviarem uma “mensagem forte e explicita” no sentido de que qualquer retrocesso democrático no Brasil será inaceitável numa nação que só em 1985 emergiu de duas décadas de ditadura militar.

“Realmente, precisamos que o mundo olhe para nós, porque esse será um dos fatores chave para garantir  que esse itinerário de loucura e tragédia coletivas seja paralisado” – disse ele.

Na entrevista, Ciro confirma que vai disputar a eleição presidencial do ano que vem contra Bolsonaro, “uma excrescência moral e humana”, cuja retórica antidemocrática – na sua opinião pode gerar violência antes mesmo da eleição.

Notícias

Axel sobre Rodrigo Neves: “Ele tem capacidade e experiência”

O prefeito de Niterói, Axel Grael (PDT), usou o twitter para saudar o lançamento da candidatura do ex-prefeito, ex-deputado e ex-vereador da cidade Rodrigo Neves para o governo do Estado, como pré-candidato do PDT. Axel argumentou na rede social: “O Estado do Rio vive um dos períodos mais delicados de sua história, naufragado diante de uma crise política e econômica sem precedentes na nossa geração, inclusive com o impeachment do último governador eleito”. E prosseguiu: “O desafio de superar a pandemia e reconstruir o Rio de Janeiro demanda capacidade para o diálogo, experiência política e de gestão. Não podemos correr o risco de, mais uma vez, entregar nosso estado nas mãos de pessoas despreparadas para esta missão”. Ainda de acordo com Axel Grael, “entendo como importante a decisão do amigo e ex-prefeito Rodrigo Neves de dedicar este ano à vida acadêmica e trabalho no setor privado. Não tenho dúvidas da contribuição que pode dar também nessas atividades”.

Notícias

PDT vai ao STF pedir que Arthur Lira decida sobre impeachment

O PDT entrou com petição na quinta-feira (15/7) ao Supremo Tribunal Federal para que a Corte faça o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), decidir sobre o pedido de impeachment que o partido protocolou ano passado – o que obriga Lira a deixar de ignorar pedidos neste sentido. A petição do partido tem por base a Lei 1079, que define o rito de impeachment; e o regimento da Câmara e do Congresso. Lira tem que dizer ‘sim’ ou ‘não’ sobre os pedidos. Caso diga ‘não’, há a possibilidade de recurso ao plenário. A petição do PDT vai nessa linha. É uma “arguição de descumprimento de preceito fundamental com pedido de medida liminar de urgência” diz a petição do partido, lembrando que no dia 22 de abril de 2020, há mais de um ano, o PDT protocolou pedido de impeachment contra Bolsonaro, sendo ele um dos mais de 100 requerimentos que dormem hoje na gaveta de Lira. “Ao todo, foram enviados 126 (cento e vinte e seis) pedidos de Impeachment à Câmara dos Deputados.

Notícias

Em pajelança, PDT escolhe Niterói como referência para o país

Na cultura indígena, pajelança é um ritual místico que mobiliza toda a tribo em busca de um objetivo. O termo foi incorporado a politica por Darcy Ribeiro durante a sua campanha para governador do Estado do Rio em 1986. Darcy perdeu a eleição, mas o PDT realizou uma de suas mais aguerridas campanhas. Passados 35 anos, um clima de pajelança tomou conta segunda-feira (12/07) da Câmara de Vereadores de Niterói. Lá estavam os virtuais candidatos do partido a presidente da República, Ciro Gomes, e a governador do estado, Rodrigo Neves, entre centenas de lideranças e militantes do partido fizeram algo parecido em evento na Câmara organizado pelo vereador Binho Guimarães para homenagear Ciro com a medalha José Clemente e o presidente nacional do partido, Carlos Lupi, com o título de cidadão niteroiense. Governada desde a redemocratização por prefeitos pedetistas ou apoiados pelo PDT, Niterói virou uma vitrine do Trabalhismo.

Notícias

Ciro dá entrevista a Roberto d’Ávila na TV e passa o Brasil a limpo

O ex-ministro e ex-governador Ciro Gomes foi o entrevistado da madrugada desta terça-feira (13/7) do jornalista Roberto D’Avila na Globo News. D’Avila perguntou a Ciro o que ele pretendia com sua 4ª. candidatura à presidência  – tendo por resposta que ele, Ciro, está disposto a fazer o que vem pregando há 30 anos em sua vida pública: propor um novo projeto nacional de desenvolvimento para que o Brasil rompa com a situação atual de desorganização e sofrimento de sua população, já que é um dos países mais ricos do mundo. A entrevista durou 30 minutos e ambos, entrevistado e entrevistador, falaram sobre vários assuntos do momento – como a pandemia, o desgoverno Bolsonaro, o escândalo das vacinas, as perspectivas imediatas para o Brasil e as eleições de 2022. Ciro também afirmou no programa de tevê: ” O Bolsa Família é importante? Claro que é. Mas não resolve. Precisamos de um projeto de desenvolvimento econômico para o Brasil. Nós, trabalhistas, temos respostas a esta questão”, destacou. Assista a íntegra.

Sem categoria

Ciro e Lupi são homenageados na Câmara de Niterói pelo vereador Binho (PDT)

Em evento que Darcy Ribeiro teria definido como uma pajelança nos domínios de Arariboia, o PDT realizou um grande encontro de lideranças e militantes para homenagear o pré-candidato do partido à presidência da República, Ciro Gomes, que recebeu a Medalha José Clemente, maior honraria da cidade. Ciro, ao agradecer a homenagem, defendeu a retomada de um projeto nacional de desenvolvimento, lembrando que esse é um dos pilares do Trabalhismo implantado por Getúlio Vargas. “O resumo de tudo é esse: precisamos superar a história de miséria e de concentração de renda”, afirmou, salientando que hoje, no Brasil, 1% dos mais ricos possui o equivalente a 50% da renda do país. Em seguida, acrescentou: “Se entregarem o petróleo eu tomo de volta com as devidas indenizações”, garantiu o pré-candidato a presidente, que prometeu defender o patrimônio do povo brasileiro. Ciro também saudou o ex-prefeito de Niterói, Rodrio Neves como “libertador do Rio de Janeiro”. Rodrigo é pré-candidato a governador do PDT nas eleições de 2022.