Notícias

“Café com Lupi” de sábado (29) celebrou 41 anos da criação do PDT

Comemorando os 41 anos do PDT, o Café com Lupi do último sábado (29) foi especial, fugindo do habitual esquema de entrevistas. Dessa vez, sete convidados estiveram no programa, entre eles Manoel Dias, presidente da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini (FLB-AP)., com todos eles reafirmando as linhas programáticas do partido e a pretensão de chegar à presidência da República ano que vem com Ciro Gomes. Lupi usou uma camisa verde e amarela da seleção brasileira com o número “12” estampado de um lado e uma tarja preta do outro, representando o luto pelas vítimas da política genocida de Bolsonaro. “Estou paramentado de Brasil porque quero começar dizendo a quem está nos ouvindo agora: O Brasil é nosso, não é deles (…) Nós temos que enfrentar essa direita raivosa, temos que enfrentar Bolsonaro em todos os campos. Ele não pode roubar o verde e amarelo”. Os presidentes estaduais do PDT também participaram do programa. Cada um enviou um vídeo com uma mensagem de felicitação ao partido e aos companheiros partidários.

Notícias

Axel Grael cria 8° parque florestal de Niterói na semana do meio ambiente

Na Semana do Meio Ambiente 2021, iniciada hoje (31 de maio) e que vai até o próximo dia  6 de junho, Niterói (RJ), que já tem cerca de 56% de área protegida, ganhará a oitava unidade de conservação. O prefeito Axel Grael, do PDT, oficializará a criação do Parque Natural Municipal Floresta do Baldeador, localizado próximo ao Morro do Castro. A nova unidade de conservação, com 70 hectares, foi criada a partir de Consulta Pública realizada pela Prefeitura. Este ano, o tema central da Semana do Meio Ambiente é “Recuperação de Áreas Degradadas”. Com a criação do novo parque, Niterói se consolida como um dos municípios brasileiros com maior percentual de áreas verdes preservadas. A cidade também se destaca por desenvolver diversos programas de restauração ambiental em seus parques e praias. Essas iniciativas serão amplamente debatidas durante a Semana do Meio Ambiente, que vai mobilizar diversos órgãos da prefeitura e representantes da sociedade civil, de organizações não governamentais e da iniciativa privada.

Manchete

Copa América: Ciro critica Bolsonaro por sua “prioridade de governo genocida”

O presidenciável pelo PDT, Ciro Gomes, criticou a decisão de Bolsonaro de avalizar, nesta segunda-feira (31), a realização da Copa América no Brasil em plena pandemia do coronavírus que já matou quase 500 mil brasileiros. O início dos jogos está previsto, segundo a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), para 11 de junho. “Bolsonaro demora meses para responder ofertas de vacinas contra Covid, mas leva horas para aceitar que a Copa América aconteça no Brasil. Prioridades bem definidas de um governo genocida!”, condenou o ex-governador, nas suas redes sociais. Ciro também também alertou para a iminente crise hídrica que o país corre em vídeo divulgado nesta segunda (31). Para o ex-governadoro país corre risco de sofrer um apagão devido a omissão do governo Bolsonaro. “Dentro de muito pouco tempo, o Brasil vai enfrentar uma crise hídrica que afetará nosso sistema elétrico nas mesmas proporções, ou maior, que a crise de 2001”, afirmou. A crise, acrescentou, “vai trazer impacto negativo na produção, no emprego e na renda, com mais sofrimento à população. E, provavelmente, novo racionamento, com tudo de ruim que isso significa”, acrescentou.

Notícias

Atos unificados contra Bolsonaro ocupam ruas no Rio e em capitais

Os protestos  contra Jair Bolsonaro neste sábado (29) reuniram dezenas de milhares de manifestantes em Brasília e todas as 27 capitais do Brasil, incluindo também mais de 180 cidades, como Macaé (RJ) e até capitais no exterior, como Lisboa e Paris. No Rio o ato reuniu mais de 30 mil pessoas na Avenida Presidente Vargas (foto) e seguiu até a Cinelândia. As principais manifestações ocorreram em São Paulo, Rio de Janeiro,  Salvador, Belém,  Fortaleza e Brasília. As centrais sindicais, entidades estudantis, movimentos sociais e partidos políticos de esquerda lideraram os atos que turbinarão a CPI da Covid  e os mais de 100 pedidos de impeachment de Bolsonaro engavetados em Brasília. No Rio, o protesto começou às 10 da manhã aos pés da estátua de Zumbi de Palmares, na Av. Presidente Vargas, paralisando parcialmente três das quatro faixas da via, entre a Av. Marquês de Sapucaí e a Rua de Santana. Integrantes da JS-PDT estiveram presentes com faixas e bandeiras, como também o deputado federal Paulo Ramos (RJ), que usou da palavra como representante do PDT.

Notícias

PDT e Movimento de Educação querem que UERJ se fortaleça

O presidente do PDT municipal, Augusto Ribeiro, divulgou nesta sexta-feira (28/5) nota conjunta de repúdio assinada pelo Movimento de Educação do PDT da Cidade do Rio de Janeiro e pelo Diretório Municipal, em defesa da UERJ. A nota afirma: “A UERJ – Universidade do Estado do Rio de Janeiro – foi a primeira instituição acadêmica no Brasil a adotar um sistema de cotas, que já reservava vagas para estudantes de escolas públicas fluminenses, negros e pardos. Depois dessa experiência inclusiva bem-sucedida, diversas universidades reproduziram esse modelo e, Brasil afora, surgiram atos normativos que versam sobre medidas similares.  Além disso, vale lembrar que a UERJ é considerada a 9° meehor universidade do Brasil e uma das 60 melhores do mundo”. A nota diz também que “em contraponto à brilhante história da UERJ, o deputado estadual Anderson Moraes apresentou um “projeto de lei” que dispõe sobre a extinção da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e a transferência da oferta de vagas de ensino superior às instituições privadas”, afirma a nota.

Notícias

Em livro, Wendel Pinheiro revela fatos inéditos do Trabalhismo

O livro ‘Um tempo bem melhor pra se viver: a trajetória histórica do trabalhismo brasileiro’ pautou a nova edição do programa ‘Trabalhismo na História’, do Centro de Memória Trabalhista (CMT). Na entrevista desta sexta-feira (28), o historiador Wendel Pinheiro relata, como autor, a relevância da nova obra que mostra, em cerca de 900 páginas, análises conjunturais e fatos inéditos. Com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2021, Wendel aponta, como um dos destaques, a descoberta da presença de trabalhistas no Movimento Operário da Primeira República, o que mostra a existência de organizações político-partidárias desde o final dos anos 1910. Ao longo do diálogo com o coordenador do CMT, Henrique Matthiesen, o pedetista aborda a trajetória da corrente política entre 1890 e 2021, incluindo os períodos da Era Vargas (1930-1945), a experiência democrática e a atuação do antigo PTB (1945-1964) e o golpe cívico-militar de 1964 contra João Goulart, bem como a intrínseca vinculação com Leonel Brizola e o PDT, a partir da redemocratização na década de 80.

Notícias

Prefeitura de Japeri (RJ) quita R$ 370 mil em dívidas com ex-servidores

A Prefeitura de Japeri (RJ), através da Secretaria Municipal de Fazenda, elaborou um cronograma de pagamentos de verbas indenizatórias a  comissionados exonerados que não receberam seus direitos nos governos anteriores. Para honrar este compromisso com os trabalhadores, a atual gestão, liderada pela prefeita Fernanda Ontiveros (PDT), já pagou cerca de R$ 370 mil. Desde o primeiro mês de 2021, foram quitados quase R$250 mil em ações trabalhistas por ordem judicial e R$120 mil relativos a processos administrativos. O valor alcançou cerca de 77 ex-servidores. Fernanda Ontiveros destacou a importância de equacionar as pendências acumuladas ao longo do processo de reestruturação da Prefeitura. “Pelo que parece, os governos anteriores escolhiam os amigos que iriam receber. O restante saía com as mãos vazias e precisava penar na justiça para ter acesso aos seus direitos legais. Assim que assumimos, decidimos honrar estes trabalhadores”.

Notícias

Ciro pede atenção à segurança sanitária nos atos contra Bolsonaro

Cuide-se”, alerta Ciro, pedindo atenção as medidas sanitárias para combater a Covid-19 nas manifestações deste sábado (29) contra Bolsonaro que se realizarão em todo o Brasil. “Deixa eu ponderar como pai e avô: nós estamos começando uma terceira onda dessa terrível epidemia, que é tratada com todo o negacionismo, com toda a irresponsabilidade, como nós estamos vendo. E enquanto a vacinação não cobrir a maior parte do nosso povo, aglomerar não é necessariamente uma coisa boa para se fazer”, alertou Ciro. Diante da mobilização, o pedetista reforça a importância de seguir as determinações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para evitar a proliferação do coronavírus. “Se de todo você não puder evitar e for mesmo, mantenha a distância, use a máscara, use álcool em gel, cuidado com os provocadores. Bolsonaro é um irresponsável. Ele vai mandar infiltrar gente para provocar”, enfatizou. No Rio a manifestação contra Bolsonaro começa às 10 horas no Monumento à Zumbi dos Palmares, na Avenida Presidente Vargas, construído no governo Brizola.